Pular para o conteúdo

Hormônios e Lipedema

YouTube video

Veja o vídeo indicado do momento: https://bio.amato.io/indicado #institutoamato Descubra como lidar com o lipedema, uma doença crônica que pode afetar a vida das mulheres, com a Dra. Juliana Amato, ginecologista. O lipedema é caracterizado pelo acúmulo de tecido adiposo nas pernas, quadris e braços e pode estar relacionado com as flutuações hormonais da mulher. A Dra. Amato explica como o estrogênio, o principal hormônio feminino, pode afetar a doença e compartilha os sintomas mais comuns. Ela também fala sobre os tratamentos estéticos disponíveis e os momentos da vida da mulher em que o lipedema pode ocorrer. Além disso, a Dra. Amato discute o uso de hormônios durante o climatério para controlar os sintomas da doença e aliviar a dor, mas também destaca os riscos associados ao uso de hormônios. Se você está preocupado com o lipedema, assista a este vídeo e aprenda como tratar e gerenciar a doença de maneira eficaz.

00:00 Hormônios e Lipedema
00:10 O que é o Lipedema?
00:38 Flutuações hormonais
01:15 Sintomas
02:09 Estrogênio
03:00 fases de aparecimento
03:47 outros fatores
05:11 menopausa

Dr. Juliana Amato, a ginecologista, está discutindo o lipedema, uma doença crônica que afeta 12% das mulheres e é caracterizada pelo acúmulo de tecido adiposo nas pernas, quadris, braços e pode estar relacionado com as flutuações hormonais da mulher. O estrogênio, o principal hormônio feminino, tem uma afinidade pelas células de gordura e as mulheres com lipedema tendem a ter mais estrogênio no corpo. Os sintomas incluem acúmulo de gordura nas pernas, inchaço, dor, hematomas e pés frios. A doença pode ser confundida com celulite comum e pode ser tratada com alguns tratamentos estéticos. O estrogênio é produzido nos ovários e no tecido adiposo e pode ser convertido em estrogênio através da aromatização. O lipedema pode ocorrer em três momentos da vida da mulher: durante a puberdade, durante a gravidez e durante a menopausa. O uso de hormônios durante o climatério pode ajudar a controlar os sintomas da doença e aliviar a dor. No entanto, o uso de hormônios também pode aumentar o risco de câncer de mama e endométrio. Portanto, é importante discutir com o seu médico os prós e contras do uso de hormônios antes de tomar uma decisão.

👉️ As informações contidas nos vídeos deste canal não pretendem substituir a consulta ao profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Em caso de dúvidas sempre procure o seu médico.
👉️Trata-se de vídeo meramente educativo, objetivando instruir a população sobre diversos assuntos que envolvem a saúde.
👉️A Medicina é uma ciência em constante mudança, os vídeos são produzidos baseados nos conhecimentos mais recente até a data.
– De acordo com Art. 8º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica, os vídeos têm somente caráter de prestar informações de fins estritamente educativos.
– De acordo com Art. 9º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica § 1º “E ”, não são divulgados endereço e telefone de consultório, clínica ou serviço.

nv-author-image

Dr. Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.