Junho, mês de conscientização do lipedema

#JunhoLipedema

Junho é o mês de conscientização do Lipedema, uma doença muito comum, porém deixada em segundo plano. O lipedema foi descrito pela primeira vez como doença na clínica Mayo pelos cirurgiões vasculares Dr Hines e Dr Allen em 1940. O lipedema é uma doença crônica do tecido adiposo e linfático que afeta as pernas e, às vezes, os braços, mas não os pés ou mãos. São 81 anos desde a primeira citação. Estima-se que o lipedema atinja até 11% das mulheres, sendo caracterizado por diferença de tamanho entre tronco e membros. Frequentemente há diferença significativa de medidas entre a parte de cima e de baixo do corpo. A dificuldade de comprar botas também é mencionada. Por ser um problema genético, com incidência familiar entre 16 a 45%, muitas pessoas acreditam que seja uma questão de composição corporal familiar, aceitando o problema como característica da família. Também chamada de síndrome da gordura dolorosa, pois nódulos de gordura são sensíveis ao toque, e associado à fragilidade capilar, ou seja, frequentes roxos nas pernas. O lipedema é frequentemente confundido com linfedema e obesidade, por isso a conscientização é importante. Começando em primeiro de junho, o mês é dedicado à conscientização do público leigo e profissional na existência dessa doença. Para mais informações, acesse a Associação Brasileira de Lipedema (https://lipedema.org.br/).

Compartilhe nossos posts e ajude a hashtag #junholipedema nas mídias sociais.

nv-author-image

Dr. Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.